AfterBechers #1—#24, 2016

 

 

AfterBechers #1—#24, 2016
Fotografia digital
Impressão a jato de tinta
30 x 30cm
Prova de exposição

 

Reflexão
A série fotográfica trata construções de carácter instrumental, desprovidas de valor arquitectónico e cujo anonimato é aceite como sendo o seu estilo. O trabalho pretende retratar as peculiaridades das estruturas, que se manifestam pela sua falta de design, de forma objectiva, standartizada, isolada e focada.
Também através da replicação sistemática das matérias fotografadas, consegue guiar o espectador por um processo semelhante ao dos Bechers. A contemplação das 24 imagens conduz, numa primeira fase, à apreciação dos elementos comuns aos edifícios, passando para a ponderação do que faz uma boa fotografia, com o tema a tornar-se gradualmente periférico, até que as imagens surgem resolutamente figurativas.
Esta replicação gera abstracção e muda, possivelmente, o relacionamento do espectador com a própria fotografia, abrindo as possibilidades para diferentes diálogos e interpretações – aleatória, didática, obtusa, familiar, estranha, inteligente, etc..
Por outro lado, desafia a metodologia dos Bechers e a sua dedicação ao processo analógico, através de fotografias digitais, cuja atenção à composição e luz é aplicada na edição.
A utilização das cores desafia os limites impostos pelos registos monocromáticos, mas aproxima-se das matérias fotografadas. Alvos de um ciclo indeterminável desde a sua construção e pintura para utilização numa feira anual, são depois deixadas ao abandono e deterioração pelos elementos, a madeira apodrece, e no ano seguinte são restauradas e reiniciam o ciclo. A utilização de cores permite observar todos os erros e falhas antes da pintura final que as uniformiza.
Apesar das construções não terem lugar nos anuários de arquitectura, muito menos nos de arte, com este trabalho são elevadas a um valor estético.
1. AnonymeSkulpturen: EineTypologieTechnischerBauten, 1960
2. Framework Houses (1959-73, MoMA, Nova Iorque)

 

Exposição
08/06/2017 – 2ª Bienal Internacional de Arte Gaia, Centro Empresarial Fercopor, Vila Nova de Gaia – Portugal
01/06/2017 – Lethes Art 2017, Museu do Brinquedo Português, Ponte de Lima – Portugal

 

error: Content is protected !!